Um quinteto de mulheres valorosas

No novo CD do Quinteto D’Elas, a mesma formação insólita (piano, violino,
viola, violoncelo e contrabaixo) e muita pesquisa de repertório

Cinco jovens mulheres valorosas integram o Quinteto D’Elas, grupo que chega
agora ao seu segundo compact disc (etiqueta Paulus). Aí, elas executam um
repertório incomum, baseado em obras assinadas por três músicos
contemporâneos de Beethoven – Dussek, Ries e Hummel.

O Quinteto D’Elas, formado em 1995, além de ter apenas mulheres em seus
quadros, é dono de uma formação insólita: reúnem-se em torno do piano um de
cada representante da família das cordas (violino, viola, violoncelo e
contrabaixo). O repertório destinado a essa formação é restrito, o que
obriga as moças a pesquisar. Em seu primeiro CD, o conjunto apresentou obras
desconhecidas da compositora Louise Farrenc. Agora, abre espaço para
compositores do sexo masculino.

Johann Ladislaw Dussek (1760-1812), Ferdinand Ries (1784-1838) e Johann
Nepomuk Hummel (1778-1837) foram contemporâneos de Beethoven. Assim, viveram
no febril momento histórico no qual o Classicismo produzia seus últimos
frutos e que o Romantismo, por assim dizer, já estava no ar.
Todos eles foram muito célebres em vida, sobretudo como pianistas, e
deixaram produção abundante. Com o passar do tempo, entretanto, suas obras
caíram no limo do esquecimento. O Quinteto D’Elas vem em seu socorro, o que
é ótimo, pois as peças desses músicos são bem interessantes. Notavelmente
bem escritas para esse agrupamento hoje incomum, além de formalmente bem
construídas, são donas de gesticulação sonora capaz de prender a atenção do
ouvinte contemporâneo.

Betina Stegmann (violino), Adriana Schincariol Vercellino (viola), Marialbi
Trisolio (violoncelo), Ana Valéria Poles (contrabaixo) e Helena Scheffel
(piano) mostram-se especialmente maduras em seu segundo CD. Individualmente,
elas têm múltiplas qualidades; enquanto grupo, funcionam à perfeição. Dá
muito prazer ouvir o seu trabalho e é bom termos aqui no Brasil um quinteto
tão vivo, tão cheio de ideias novas para mostrar.


  • Publicação: Jornal da Tarde (São Paulo / SP – Brasil)
  • Data: Domingo, 30 de março de 2001
  • Título: Um quinteto de mulheres valorosas

4 comentários sobre “Um quinteto de mulheres valorosas

  1. José Geraldo faz um texto excelente, informativo, com estilo e humor , concorrendo, no bom sentido, com o do nosso querido Jota. E aí é ouvir e se alegrar, mesmo em tempo de pandemia e quarentena. Muito gostoso.

  2. José Geraldo faz um texto excelente, informativo, com estilo e humor , concorrendo, no bom sentido, com o do nosso querido Jota. E aí é ouvir e se alegrar, mesmo em tempo de pandemia e quarentena. Muito gostoso. E não é repetido!!!!!

Deixe uma resposta para José Geraldo Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *